5 problemas que atraem a fiscalização da Receita Federal para o seu negócio

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

fiscalização da Receita Federal

Nenhum empreendedor deseja ser autuado pela Receita Federal. Quando isso acontece pode prejudicar o desenvolvimento do negócio, inclusive quando as multas são pesadas demais.

Por isso, é importante estar a par do que diz a legislação e sobre quais são as possibilidades de atrair a fiscalização da Receita Federal. Assim, munido de um bom conhecimento, você terá meios para não fazer o que o fisco condena. Mais uma vez, a atuação de um profissional competente pode ajudar bastante.

Confira a seguir cinco problemas que podem atrair a fiscalização da Receita Federal para sua empresa!

1. Escrituração de notas canceladas

A escrituração de notas canceladas acontece quando uma empresa escritura notas enquanto o fornecedor tiver cancelado essas mesmas notas. Nesse caso aparecerão incongruências nos dados recebidos pela Receita Federal. Para verificar o problema, a entidade poderá visitar sua empresa.

Outros contratempos que podem atrair a fiscalização da Receita Federal referem-se às notas fiscais relativas à venda de mercadorias que não foram escrituradas ou às notas que foram emitidas pela empresa, mas que não foram devidamente registradas.

2. Não armazenamento de notas fiscais

A empresa também deve armazenar suas notas fiscais por um período mínimo de cinco anos. Na verdade, alguns gestores nem sequer têm conhecimento dessa norma, mas ela existe e deve ser respeitada.

Isso é uma obrigação acessória e toda empresa que não cumpri-la está sujeita a penalidades. Cada nota fiscal perdida equivale, em média, a uma multa de R$ 1.000,00.

fiscalização da Receita Federal

3. Escrituração de notas com erros na emissão

Quando a pessoa responsável pela emissão das notas não está bem preparada, ela pode não entender as codificações e tabelas relacionadas ao tipo de operação, à substituição tributária e à apuração do imposto de cada produto.

Dessa maneira, muitas notas fiscais emitidas com erros são enviadas à Receita Federal, acumulando pontos no sistema de auditoria do fisco e resultando nas multas previstas pelo SPED.

4. Erros na declaração do IR

Esse ainda é um fato que continua atraindo a fiscalização da Receita Federal. Ainda é muito comum as empresas cometerem erros na hora de declarar o Imposto de Renda, principalmente quando não têm uma equipe fiscal qualificada, nem usufruem de assessoria contábil.

Os erros mais corriqueiros são:

  • Falhas por causa de dúvidas ou preenchimento errado dos dados;
  • Atraso na entrega da declaração;
  • Não pagamento do IR no final do ano;
  • Cruzamento de dados com outras declarações da empresa;
  • Rendimentos e créditos no exterior não declarados;
  • Escolha de um regime de tributação errado;
  • Problemas com operações entre empresas ligadas.

5. Desconto de créditos inexistentes também atrai a fiscalização da Receita Federal

O governo garante certos créditos, relacionados a determinados impostos (como ICMS, PIS, COFINS, IPI e outros), a algumas empresas, principalmente as optantes do Lucro Real. Algumas indústrias também recebem incentivos fiscais relacionados à compra de insumos, ao uso de energia elétrica e outras coisas. Por isso, muitas vezes, as empresas têm direito à recuperação de créditos por causa de impostos pagos a maior.

Quando uma empresa falsifica dados para se fazer merecedora de créditos e pagar um valor menor de tributos, ela está cometendo crimes e a Receita Federal pode descobrir isso facilmente. Uma das formas de agir assim é quando o gestor ou responsável pela gestão fiscal elimina algum fato gerador de imposto de sua escrituração, visando com isso ter direito à recuperação de créditos referentes a possíveis impostos pagos a maior.

Procure evitar esses problemas que atraem a fiscalização da Receita Federal! Se agir sempre dentro da lei, sua empresa só ganhará, aumentando seu potencial competitivo no mercado. O que pensa sobre o assunto? Deixe seu comentário sobre o post.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×