Os 4 principais motivos que levam uma empresa à falência

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

empresa à falência

Quando o empreendedor decide abrir a sua empresa, ele carrega consigo uma série de sonhos, planos e responsabilidades. Independentemente do segmento ou porte, todas as companhias necessitam de um gerenciamento assertivo para se manterem ativas.

Prospecção e retenção de clientes, bons contatos com os fornecedores e uma boa equipe de colaboradores também são outros fatores fundamentais para que o negócio prospere e alcance o sucesso. Mas, do mesmo modo que há pontos essenciais para o crescimento da companhia, existem, também, motivos que podem levar uma empresa à falência.

Se você abriu um negócio recentemente ou vem passando por um período difícil em sua corporação, não deixe de conferir a listagem que fizemos com as 4 principais causas que costumam levar a empresa à falência.

1. Não ter conhecimento sobre o mercado de atuação

Vamos começar falando de um motivo que pode interferir de maneira negativa no seu negócio, que é a falta de conhecimento sobre o mercado em que atua. Antes de abrir a empresa, o empreendedor precisa fazer uma análise do segmento e do mercado para identificar se o seu produto ou serviço trará algum diferencial para o público-alvo ou se será mais um concorrente.

Mercados saturados podem não ser um bom investimento, ainda mais se o seu produto ou serviço não traz algo inovador. Porém, com essa análise interna e externa, o empreendedor tem a chance de colocar em prática a criatividade e tentar trazer algo inovador para os itens que comercializa. Ignorar a importância desse conhecimento prévio pode levar a empresa à falência.

empresa à falência

2. Equipe sem preparação e pouco motivada

Por mais que o empreendedor seja ativo, dificilmente ele conseguirá tocar o seu negócio sozinho. Para dar conta das inúmeras tarefas de áreas diferentes, é essencial ter uma equipe de colaboradores para ajudar na conquista dos objetivos. Entretanto, um motivo que pode levar uma empresa à falência é a falta de preparação e motivação desses funcionários.

É fundamental que para cada área da empresa, o empreendedor contrate profissionais capacitados para a função e ofereça a eles, sempre que possível, treinamentos e cursos para aprimorar ainda mais os seus conhecimentos e mantê-los motivados. Em departamentos estratégicos, como na contabilidade, vale o empreendedor considerar a possibilidade de contratar uma empresa terceirizada, que possui a expertise necessária para gerenciar as contas do negócio, ajudando-o a se manter ativo.

3. Não ouvir as preferências dos clientes pode levar uma empresa à falência

Um erro comum em companhias que não deram certo é o fato de não terem ouvido os seus clientes. São eles, consumidores, que fazem o negócio girar e não conhecer suas necessidades, expectativas e preferências é uma atitude arriscada das empresas.

Com as informações sobre o perfil dos seus clientes é possível ter insights sobre melhorias nos produtos ou serviços e promover um atendimento personalizado de acordo com as preferências dos consumidores. Sem isso, a sua companhia se tornará “mais uma na multidão”, o que pode vir a comprometer as vendas e, consequentemente, o andamento do negócio.

4. Dificuldades para lidar com os erros

Por fim, vamos trazer um motivo que pode levar uma empresa à falência simplesmente pela falta de preparo do empreendedor para lidar com os erros e com as situações difíceis. Durante a jornada empreendedora, é comum ocorrer muitos acertos e erros, como na vida. Mas, o diferencial das empresas de sucesso é que elas compreendem que as falhas são essenciais para o crescimento de todos. Além disso, essas companhias aprendem com as as situações ruins e se fortalecem para seguir em frente.

Se abater com os momentos de crise é uma atitude que pode conduzir a empresa à falência, por isso o empreendedor precisa ter resiliência.

Aproveite que você está ampliando os seus conhecimentos sobre gestão empresarial e confira também em nosso blog o artigo que mostra a importância de acompanhar a situação fiscal do seu comércio.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×