5 maneiras de regularizar a situação fiscal da sua empresa

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

situação fiscal

Muitas empresas acabam em dívida com a Receita Federal ou outros órgãos governamentais, e isso não é nada bom. Uma empresa comprometida com o Fisco está sujeita a multas e penalidades, inclusive ao fechamento de suas portas. Dessa forma, o melhor é cuidar o quanto antes em resolver essa situação.

Para regularizar a situação fiscal de sua empresa, confira as sugestões a seguir!

1. Pesquise e certifique-se como anda sua situação fiscal

Antes de mais nada, é preciso ter certeza de que a situação fiscal de sua empresa está realmente irregular. Se decidir fazer a consulta online, entre no site da Receita Federal. Para ter direito ao serviço, você deve usar seu código de acesso, certificado digital ou procuração.

Acesse a aba “Consulta Pendência” e clique em “Situação Fiscal”. Nessa sessão, é possível acessar o “Relatório Complementar” e detalhar as suas pendências. Suas pendências também podem se relacionar ao Guia de Recolhimento do FGTS e de informações à Previdência Social (GFIP).

Caso prefira fazer uma consulta presencial, deve comparecer a uma central de atendimento munido com os seguintes documentos:

  • Formulário de solicitação de pesquisa da situação fiscal e cadastral;
  • Relatório Complementar de Situação Fiscal, preenchido e assinado.

2. Procure ajuda profissional

É importante também contar com a ajuda de um profissional para regularizar a situação fiscal de sua empresa. Um bom contabilista e/ou advogado poderá indicar o melhor caminho, o mais rápido, ou seja, você não terá que enfrentar tanta burocracia e nem cometerá erros por falta de conhecimento ou desatualização.

Além disso, a experiência de um profissional qualificado pode ajudar a interagir melhor com os órgãos credores, facilitar o acesso a certos documentos e ao preenchimento dos requisitos necessários.

situação fiscal

3. Parcelamento do débito

Independente de qual seja a dívida (imposto de renda ou FGTS, por exemplo), geralmente se permite o parcelamento. Incidem também multas e juros sobre cada declaração em atraso.

A tolerância, no entanto, termina quando, mesmo com o débito parcelado, o gestor atrasa o novo pagamento. Nesses casos, a dívida é cobrada de forma integral e o pagamento deve ser feito de modo imediato.

4. Pesquisa de situação fiscal oferece recursos

Quando você acessa o site da Receita Federal e procura informação sobre sua situação fiscal, são oferecidas orientações e recursos para que o gestor possa regularizar sua situação. Assim, a própria Receita Federal especifica a documentação necessária, fala sobre os processos administrativos de regularização, sobre a emissão de DARF, sobre as possibilidades de parcelamento e outros pontos.

Essas informações visam ajudar o gestor a não permanecer irregular e ter a oportunidade de retomar o gerenciamento adequado de sua empresa, evitando falhas futuras e mantendo uma relação legal com o Fisco e o governo.

5. Acesse o Extrato de Situação Fiscal

Outra maneira de regularizar sua situação fiscal é fazendo uso da ferramenta do Extrato de Situação Fiscal, disponível também no site da Receita Federal, Ministério da Fazenda.

A Secretaria da Receita, visando a regularização fiscal e cadastral dos contribuintes-pessoas jurídicas gerou o Extrato de Situação Fiscal, contendo as pendências apuradas em seus sistemas de controle eletrônico para que a empresa efetue, através da internet, a regularização com rapidez, segurança e eficiência.

As pendências e as formas de regularização estão disponíveis apenas para as empresas para as quais foi emitido o Extrato. Para consulta online dos detalhes, o gestor deve informar o CNPJ da empresa e o número do extrato constante da correspondência. Depois de preenchidos esses campos, basta clicar em “Consultar”.

Já regularizou a situação fiscal de sua empresa? Encontrou muita burocracia e dificuldades para isso? Teve ajuda profissional? Faça seu comentário!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×