Gestão Tributária: Os 6 principais erros que sua empresa comete

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

gestão tributária

Gestão tributária é o gerenciamento dos impostos e contribuições de uma empresa, visando o melhor planejamento e controle de suas operações. Com esse bom nível administrativo, as contingências fiscais e o pagamento indevido dos tributos podem ser evitados.

Mas essa é uma função um tanto complexa, especialmente porque a legislação fiscal brasileira varia de estado para estado e sofre constantes mudanças nas formas de tributação.

É importante estar atento, observando as mudanças apropriadas ao seu serviço ou produto ofertado em detalhes. A taxa de impostos no Brasil é alta — mas, com a devida atenção aos possíveis erros e melhor organização, é possível amenizar o impacto desses tributos no seu negócio.

Os principais erros em gestão tributária que sua empresa comete

Pensando na complexidade tributária brasileira, listamos os erros de gestão tributária que sua empresa pode cometer e você não tem conhecimento — ou não está percebendo:

1.   Não elaborar um planejamento

A falta de um planejamento fiscal pode levar sua empresa a fechar as portas. O bom controle tributário te ajudará no pagamento dos impostos, afastando a empresa de receber multas.

Tenha uma boa planilha de controle. Acompanhe seus históricos anteriores, pois isso te dará noção dos pagamentos futuros.

2.   Escolher o regime tributário de forma incorreta

Essa análise do seu planejamento também ajuda a identificar se o regime tributário escolhido é satisfatório, ou se é possível migrar para outro que tenha maiores vantagens.

São tantas as minúcias que o empresário pode se confundir no momento de aderir um tipo de regime tributário. Para fazer as comparações entre os regimes tributários, é aconselhável uma consultoria tributária, pois os profissionais especializados focarão na melhor opção para a sua empresa.

gestão tributária

3.   Escolher incorretamente o produto e sua origem e destino

Diferentes normatizações são observadas de acordo com a localização estadual da empresa e do produto e serviço oferecido, podendo ser aplicada ou não a substituição tributária.

Atente-se para a classificação dos seus produtos e sua origem, de sorte que muitos erros sejam evitados. Também faça o cruzamento das informações com o destino do produto.

4.   Não dar atenção aos gastos com tributos

Os gestores precisam calcular os gastos totais com tributos de todas as naturezas para ter a ciência geral do quanto se paga com impostos.

Os deslizes nos cálculos de contribuições podem tirar a noção de lucro da sua empresa, e os tributos podem consumir tanto que levam o negócio a ter prejuízos.

5.   Ignorar as mudanças na legislação

Como já dito, existem constantes mudanças nas tributações dentro do país. Os procedimentos mudam, e novas regras e legislações aparecem. Ignorar essas mudanças é deixar o seu negócio vulnerável.

Procure manter-se informado e atualizado em relação à legislação fiscal brasileira, isso ajudará suas tarefas de gestão tributária, evitando perda de dinheiro com mais de uma carga a pagar.

6.   Não entregar as obrigações acessórias

As obrigações tributárias acessórias fazem parte dos trâmites burocráticos envolvidos nos pagamentos dos tributos. Essas documentações deixam a empresa mais protegida diante das fiscalizações.

Um bom sistema de gestão tributária fará a emissão e controle das notas fiscais, bem como vai lançar as guias dos recolhimentos dos tributos. Vai também elaborar as declarações fiscais e sociais, tanto quanto o registro de folha de pagamento e emissão de contracheques.

Uma gestão tributária de alto nível pode ser uma função trabalhosa, mas de suma importância para sua empresa evitar erros e prejuízos. Fique atento!

Alguma dúvida ou sugestão em relação ao tema? Quais desses erros você identificou em sua empresa? Deixe o seu comentário aqui!

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×